Um amigo jardineiro me deu um truque para manter minha orquídea saudável

Surpreendente, incomparável, reconhecível entre mil. Obviamente estamos falando dessas fabulosas orquídeas com tons suntuosos que vão do amarelo ao rosa, passando por imaculadas pétalas brancas, roxas e salpicadas. Nós os amamos tanto que eles adornam alegremente nossas varandas e terraços. Único problema: são exigentes e difíceis de manter. Basta virar as costas e, sem avisar, essas lindas flores murcharão antes do tempo. Oh, que dor em meu coração por causa dessas folhas enrugadas e dessas raízes aflitas! Não entre em pânico, iremos orientá-lo para cuidar dele como um verdadeiro profissional!

Quais são os sintomas de orquídeas doentes?

raízes de orquídea secas

Como todas as flores, suas  orquídeas  não estão imunes a fungos, pragas e doenças. A menos que você os mantenha em ótima forma e fique atrás deles o tempo todo, não poderá poupá-los de nenhum inconveniente. Felizmente, se você observá-los de perto, poderá observar os sinais mais comuns e visíveis de que estão doentes ou até mesmo morrendo. Tome nota !

– Folhas amarelas ou marrons:  Se você olhar mais de perto sua orquídea, se notar que algumas folhas estão começando a ficar amareladas ou marrons (ou mesmo que caiam com facilidade), então uma má notícia, seu estado não é dos melhores. Ou ele é vítima de uma doença, ou sua manutenção deixa a desejar. Talvez não haja água ou eletricidade? Nesse caso, você provavelmente poderá consertar antes que seja tarde demais.

– Flores murchas:  Se a sua orquídea parece murcha, enrugada ou pouco saudável, este também é um sinal de alerta a considerar. Provavelmente é uma doença ou uma grave deficiência de nutrientes. Se sim, você precisa dar a ele o que ele precisa para sobreviver!

– Raízes podres:  São essas as raízes que parecem estar em decomposição? Esse tipo de degradação pode resultar de doenças graves, sim, mas também da falta de drenagem adequada.

– Fraca atividade de crescimento:  Da mesma forma, se sua planta não estiver crescendo adequadamente ou florescer muito lentamente, pode ser um sinal de doença. Mas também pode demonstrar que ele não está a receber cuidados suficientes e adequados.

Obs:  caso você tenha a menor dúvida, é importante tentar identificar rapidamente a causa do problema para salvar sua orquídea in extremis. Lembre-se de que muitas doenças resultam de invasão de parasitas, falta de nutrientes adequados ou má manutenção.

Como curar uma orquídea doente com bicarbonato de sódio?

Como provavelmente já sabe, o clima também tem um papel a desempenhar. Por exemplo, as baixas temperaturas podem facilmente danificar as folhas e até as raízes – por isso, se estas devastações naturais forem associadas à falta de nutrientes e aos cuidados inadequados, não deverá ser surpreendente se as suas orquídeas sofrerem em silêncio. E não pense que apenas aumentar a rega resolverá todos os problemas. Pelo contrário, também pode ser a abundância de água que provavelmente causou o apodrecimento da parte subjacente da  planta. . Mas não vamos mais culpar você. Você já está com o coração partido ao ver suas flores neste estado lamentável. Fique tranquilo, cometer erros é humano e pode haver uma maneira de compensar com este ingrediente tão popular. É bicarbonato de sódio. Sim, este produto natural é tão versátil que sempre nos surpreende pela gama de suas propriedades benéficas. Junto com suas propriedades culinárias e de limpeza, também pode ajudar a colocar suas orquídeas de volta nos trilhos.

Mas antes de aplicá-lo, certifique-se de remover suavemente todas as  raízes danificadas e folhas enrugadas da superfície. Sim, fica triste, mas infelizmente eles já estão “mortos”, é absolutamente necessário retirá-los para que sua planta recupere a saúde. Em seguida, é necessário dissolver uma colher de chá de bicarbonato de sódio em um litro de água. É esta solução que você precisará borrifar em todas as folhas restantes. Além disso, valorize este líquido, você também o usará para regar regularmente as raízes para que elas voltem à vida. Porém, tenha cuidado: esta mistura não deve ser aplicada na presença das primeiras flores, pois pode prejudicar o seu crescimento. Finalmente, lembre-se de que a rega frequente é um dos fatores-chave para manter uma orquídea saudável e próspera. Você não precisa de muito, é claro!

Você deve cortar as raízes de uma orquídea?

Corte as raízes da orquídea

Então, sejamos claros: se a orquídea perdeu as flores, você ainda precisa continuar cuidando dela como fazia antes. Porque, mesmo que já não floresça, é importante continuar a fertilizá-la, regá-la e dar-lhe todos os cuidados necessários (local adequado com luz indireta e temperatura constante). Se sua orquídea floresceu uma vez por ano, talvez seja necessário esperar um pouco para que ela floresça novamente.

Por outro lado, você realmente terá que cortar o galho ou caule assim que terminar a floração. Isso ajudará a planta a se concentrar mais em seu crescimento, mas também evitará o apodrecimento e outros danos. Como fazer um tamanho perfeito? Use uma tesoura ou uma faca afiada. Corte cuidadosamente abaixo da raiz. E isso é tudo, muito simplesmente!