Por que você não deve matar beldroegas em seu jardim: 8 razões convincentes

Beldroega (Verdolaga) passou de um incômodo nos jardins a um tesouro valioso! Esta extraordinária planta está a recuperar a sua posição nos mercados agrícolas e nos restaurantes conceituados, proporcionando não só vantagens para a saúde, mas também satisfação culinária.

Conhecida por nomes diferentes, como porca e caruru, a beldroega é uma erva daninha que você deve receber calorosamente. Reconhecido como um superalimento, ocupa um lugar especial no afeto de figuras como Mahatma Gandhi e está atualmente passando por um renascimento.

beldroega francesa de folha verde 1
Esta planta robusta emerge de fendas no pavimento, infiltra-se nos jardins e foi apelidada de “planta milagrosa” pelo Dr. Artemis Simopoulos, presidente do Centro de Genética, Nutrição e Saúde. Durante seu mandato no National Institutes of Health, a Dra. Simopoulos descobriu que a beldroega contém os níveis mais altos de ácidos graxos ômega-3 entre todas as plantas verdes.

Suas folhas suculentas, em formato de lágrima, são ricas em antioxidantes, vitaminas e minerais, o que a torna uma potência nutricional. Mas isso não é tudo – essas folhas também oferecem um sabor rejuvenescedor e picante de limão com um toque apimentado, caracterizado por Sergio Vitale, chef-proprietário do Aldo’s Ristorante Italiano em Chicago, que cresceu saboreando beldroegas no sul da Itália.

Embora os primeiros americanos, incluindo Martha Washington, gostassem de beldroegas frescas e em conserva, seu uso diminuiu no início do século XX. Felizmente, nos últimos tempos, agricultores, forrageadores e chefs inovadores reacenderam o seu interesse nesta erva daninha vantajosa.

No preparo da beldroega silvestre, é fundamental lavar bem a planta para eliminar eventuais resíduos de agrotóxicos. Com seu sabor ácido e levemente salgado, a beldroega é um excelente complemento para saladas e pratos diversos.

Além disso, aqui está uma receita simples de experimentar: Pesto de beldroegas e manjericão.
pesto
Ingredientes:

2 xícaras de folhas e caules jovens de beldroegas, enxaguados e picados grosseiramente
45g de folhas de manjericão, enxaguadas
1 dente de alho
45g de amêndoas torradas
Suco de meio limão
50ml de azeite
Sal e pimenta a gosto
Instruções:

Combine beldroegas, manjericão, alho, amêndoas e suco de limão em um processador de alimentos.
Pulsar até que a mistura esteja bem combinada.
Enquanto o processador estiver funcionando, regue lentamente com azeite até que a mistura emulsione.
Tempere com sal e pimenta a seu gosto.
Aproveite este saboroso pesto em sanduíches torrados, vegetais assados, carne ou acompanhado de macarrão.
Agora, vamos nos aprofundar nos benefícios nutricionais da beldroega:

Ácidos graxos ômega-3: A beldroega se destaca como uma excelente fonte vegetal desses ácidos graxos essenciais, cruciais para a saúde do cérebro e do coração, especialmente para veganos.
Antioxidantes: Repleta de antioxidantes como a glutationa, a beldroega auxilia na proteção celular, combatendo danos e retardando o processo de envelhecimento.
Minerais: Com níveis notáveis ​​de cálcio, magnésio, potássio, ferro, fósforo, manganês, cobre, folato e selênio, a beldroega preenche lacunas na dieta americana padrão e promove o bem-estar geral.
Vitamina C: Um fornecedor significativo desta vitamina que estimula o sistema imunológico, que contribui para um sistema imunológico forte e resiliente.
Beta-caroteno: Abundante na beldroega, o beta-caroteno atua como um precursor da vitamina A, suprindo deficiências comuns.
Melatonina: Ao contrário da maioria das plantas, a beldroega contém melatonina, um hormônio vital para a regulação do sono, o que a torna uma fonte natural valiosa.
Redução do colesterol: Graças à betalaína, um antioxidante encontrado na beldroega, ajuda a prevenir os danos do colesterol nos vasos sanguíneos e influencia positivamente os níveis de colesterol LDL.
Triptofano: A beldroega contém triptofano, um aminoácido crucial que ajuda na regulação do humor e combate a depressão.
Abrace as maravilhas da Beldroega e saboreie suas recompensas medicinais e culinárias. Desde a sua riqueza em ómega-3 até ao seu conteúdo em melatonina, esta planta versátil tem muito a oferecer para o seu bem-estar e experiências gustativas.