Como cultivar buganvílias em vasos e fazê-las florescer continuamente

A buganvília é uma das plantas mais difundidas e apreciadas porque, se bem cuidada, pode oferecer-nos um espetáculo único durante muitos meses do ano e embelezar terraços e varandas .

Esta maravilhosa planta, nativa da América do Sul, se desenvolve melhor em vasos de barro, terracota ou cerâmica com pelo menos 30 centímetros de diâmetro e em solo com 80% de fertilizante e 20% de areia para garantir uma boa drenagem.

Quando cultivamos buganvílias não devemos pressionar muito o solo, pois isso o torna menos arejado (e portanto menos poroso) e leva a uma maior retenção de água, o que é prejudicial à planta.

Regue bem as buganvílias após plantá-las ou transplantá-las. </Se a sua área for muito úmida ou chuvosa, aumente a quantidade de areia no solo para garantir uma drenagem adequada. As buganvílias precisam que o solo seque entre as regas.

Cachoeira

Regue abundantemente as buganvílias para drenar o excesso de água do fundo da panela. Este processo garante que a umidade chegue às raízes.

Deixe o solo secar antes de regar novamente. Como regra geral, você precisa regar uma vez por semana nos meses quentes e a cada 2-3 semanas no outono e inverno.

Poda

A buganvília é uma trepadeira que precisa de apoio até atingir uma certa altura, após a qual pode crescer alta e não se curvar.

Podar no início da primavera para manter as buganvílias “compactas” quando plantadas em vasos. Esta operação estimula a formação de novas flores.

Floração

Para uma floração mais abundante, plante a buganvília em vaso que limite um pouco o crescimento das raízes, a pleno sol e evite regar excessivamente. As buganvílias florescem melhor quando suas raízes são sólidas e presas ao vaso.