6 dicas para manter orquídeas em plena floração e preservá-las por muitos anos

As orquídeas são flores tão bonitas quanto delicadas e seu cuidado muitas vezes está sujeito a dúvidas e erros. Neste artigo listamos algumas dicas para manter as orquídeas em plena floração, desde a rega até a colocação.

Com os devidos cuidados, as orquídeas podem durar anos e nos dar inúmeras flores lindas. Siga estas dicas com atenção para ter uma orquídea saudável e próspera.

Adapte um vaso
Embora muitas vezes sejam comercializados recipientes transparentes, nem todas as orquídeas são adequadas para esse tipo de vaso. Orquídeas terrestres, por exemplo, ficam muito bem em vasos de cerâmica ou outros materiais opacos. São orquídeas trepadeiras que precisam receber luz pela raiz, e entre elas encontramos a famosíssima Phalaenopsis .

Porém, qualquer tipo de orquídea enraizará fora do vaso se não receber a quantidade de luz necessária.

Cachoeira
As orquídeas devem ter raízes constantemente úmidas, mas é preciso ter cuidado para evitar água parada. A rega deve ser feita borrifando água sobre o substrato (para plantas terrestres) ou mergulhando-as em água por cerca de 2 minutos e não mais. Deixe a planta drenar bem para evitar estagnação.

A melhor forma de saber quando sua orquídea precisa de água é enfiar o dedo no substrato para ver se está molhado ou não. Outra forma é verificar se as raízes são verdes maçã. Se não forem acinzentados, precisam de água.

floração
Para ter uma orquídea com floração contínua é necessário trocar o substrato uma vez por ano, mas é possível manter o mesmo vaso pois as orquídeas não aumentam de tamanho.

Quando a planta é regada, o substrato perde seus nutrientes e por isso é importante trocá-lo. Aplique também um fertilizante especial e lembre-se de escolher um substrato específico para orquídeas.

Truques para estimular a floração
Um dos truques mais eficazes para estimular o florescimento das orquídeas é deixá-las esfriar um pouco. Coloque a orquídea ao ar livre, na varanda ou terraço, nos meses mais frios como fevereiro, março ou outubro e novembro, evitando geadas, raios solares e correntes de ar frio.

Mantenha a orquídea do lado de fora por uma semana. Dessa forma, a planta percebe a mudança da estação e ativa a floração.

Se as raízes já estão esgotadas e a planta não floresce há um ano inteiro, tente outro truque: adicione uma colher de chá de mel à água que usamos para regar. Não faça isso mais de uma vez por ano.

Transplante
É realmente muito simples: basta retirar a planta do vaso e soltar a casca do pinheiro. Pulverize as raízes com um fungicida para orquídeas e depois use um substrato para replantar a orquídea.

Continue enchendo a panela com o substrato e bata um pouco para decantar.

Corte
Quando um bastão de orquídea parar de produzir flores e entrar em uma camada de podridão (fica marrom e começa a secar), corte-o com uma tesoura esterilizada.

Para curar o corte, adicione um pouco de canela em pó.